20 janeiro 2016

(Resenha) Easy — Tammara Webber



Título: Easy
Autora: Tammara Webber
Editora: Verus
Páginas: 309
 
Quando Jacqueline segue o namorado de longa data para a faculdade que ele escolheu, a última coisa que ela espera é levar um fora no segundo ano. Depois de duas semanas em estado de choque, ela acorda para sua nova realidade: ela está solteira, frequentando uma universidade que nunca quis, ignorada por seu antigo círculo de amigos e, pela primeira vez na vida, quase repetindo em uma matéria. Ao sair de uma festa sozinha, Jacqueline é atacada por um colega de seu ex. Salva por um cara lindo e misterioso que parece estar no lugar certo na hora certa, ela só quer esquecer aquela noite — mas Lucas, o cara que a ajudou, agora parece estar em todos os lugares. A atração entre eles é intensa. No entanto, os segredos que Lucas esconde ameaçam separá-los. Mas eles vão ter de descobrir que somente juntos podem lutar contra a dor e a culpa, enfrentar a verdade — e encontrar o poder inesperado do amor.

Inicialmente, eu tinha receio de ler Easy por conta de Belo Desastre por serem parecidos. Mas tomei coragem e comprei o livro. Não tive arrependomento algum em relação a leitura, além de tratar de um assunto mais sério (estupros, assédio e etc..) a história é bem viciante! Não dormi enquanto não acabava o livro, tanto que virava a noite lendo-o!

Easy conta a historia ao ponto de vista de Jacqueline, uma garota que está no segundo ano da faculdade. Duas semanas após o término de seu namoro ela vai para uma festa de Halloween com sua colega de quarto, Erin. Como é motorista da noite, não pode se embebedar como a maior parte das pessoas na festa estão fazendo. Cansada de todo o barulho, ela decide ir para sua caminhonete, mas mal ela sabe que esta sendo perseguida por Buck, um rival de seu namorado (ou devo dizer ex?) que tem a intenção de estuprá-la. Com sorte, ela é salva por Lucas, que espanca Buck até seu rosto ficar praticamente irreconhecível. Após ter sido salva, Lucas insiste para que eles vão a uma delegacia prestar queixa, mas ela não aceita, então ele a oferece carona até seu dormitório no campus. 
Á partir desse dia, Jacqueline começa a notar em Lucas nas suas aulas de de economia. Ela tenta manter o que aconteceu na festa de Halloween em seguredo, mas uma hora teve de contar a alguém.
Lucas é o típico Badboy com varias tatuagens no corpo, que dirige motos e é caladão. Lucas é bom, mas não chega a ser Travis. #DesculpaLucas

Easy é um livro completamente apaixonante, pouco parecido com Belo Desastre, o que me deixou aliviada.

Eu super recomendo esse livro a todos (que leram Belo Desastre ou não) pois é muito viciante e apaixonante!

Obs: Easy tem uma continuação, Breakable.

Cami xoxo 

2 comentários:

  1. Adorei, já estou ansiosa pra ler, hehehehe. Ficou ótima a resenha, e esse layout é uma fofura <3
    http://atoafazendobolhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »