30 janeiro 2016

Resenha do filme: Um Ato de Liberdade

Alguém aí que não goste de curtir um bom filme? Não? Beleza, então eu trouxe hoje pra vocês uma dica incrível de filme, principalmente se você assim como eu é fascinada por história ou mesmo que você não entenda nada de história o filme conta com um roteiro envolvente que provavelmente não vai te deixar despregar os olhos da tela!


Um ato de liberdade é um filme que se passa em 1941 e tem como foco a luta dos judeus vs alemães na segunda guerra mundial, sim, existem realmente uma infinidade de filmes sobre segunda guerra mundial, porém eu gostei especialmente desse porque mostra especificamente o atrito entre a Alemanha nazista e os judeus. O enredo começa quando em função desses conflitos quatro irmãos judeus perdem seus pais, daí em diante Tuvia, Zus, Asael e Aron resolvem se refugiar em uma floresta próxima de onde moravam e em pouco tempo descobrem que existiam outros judeus se refugiando ali e posteriormente vêem a formar um grupo que primeiro tende a procurar em grupo a melhor forma para todos sobreviverem, as dificuldades vêem desde os conflitos entre eles e os nazistas que rendem boas cenas de ação, até a fome e frio rigoroso pelos quais têm de enfrentar, entretanto, Zus e outros homens do grupo se unem a outro exército que também tem como inimigos os alemães.
Quase tudo que se passa no filme aconteceu de verdade - o bom e velho baseado em fatos reais - e, pelo menos pra mim isso só deixa o filme mais emocionante.
O filme é um pouquinho longo, tem 2h17min de duração, a classificação é de 14 anos - particularmente eu não vi nada de muito pesado no filme então se você é do tipo que não curte muita violência é bem aceitável - fora isso o filme segue os gêneros de drama e guerra e nos faz pensar sobre o passado árduo da segunda guerra mundial.




Oi lindos e lindas! Primeiramente desculpas pelo atraso, já é domingo né!? :x
Segundo, eu queria que se alguém fosse assistir o filme deixar o que achou aí nos comentários pra gente trocar uma ideia ;)
Beijos, Jess

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »